Skip to content

bonjour, 2010!

29 janeiro, 2010

 

Gente, eu não morri!

It’s been a hard day’s night, and I’ve been working like a dog!

Mas eu juro que assim que der eu retomo tudo, tá? Enquanto isso, uma fotinho minha junto com a tour eiffel, rá!

Toda malandrinha na exposição do petit prince, hein?!

Para mostrar a vocês que os planos para este ano são GRANDES e não vão deixar nada a desejar, prometo!

Feliz 2010 a todos, :D

beijos beijos

Anúncios

Paris qui scintille

21 dezembro, 2009

Meu petit cadeaux de Natal: mointos links parisienses para inspirar! 

* no Do it in Paris: SOS Noêl – cadeaux, dîner e réveillons, com tudo de mais bacana para presentes e ótimas festas (em francês e inglês);

* Paris 1962, em 2 or 3 things I know, com fotos lindas e muita bossa (em inglês);

* no lindinho Paris Breakfasts: Parisien Silhouettes, The essence of style, Macaron Franchise (em inglês);

* no Conexão Paris: Almoço ou jantar no Plaza Athénée por 44 euros (achado com precinho justo), Alugar motos em Paris (programa top favorito!), Programas para o inverno parisiense (que veio com força total este ano, hein?!), Gadgets e Windows Café (para os geeks de plantão), Formação culinária em Paris: Le Cordon Bleu (a mais tradicional da gastronomia francesa!), Programação cultural em Paris (com tudo de mais imperdível);

* no Ameixa Japonesa: o editorial Paris Je t’aime (com extras do trailer do filme homônimo e de “NY, I love you”, fofos!);

* no The cherry blossom girl: Paris qui scintille e as luzes do natal parisiense (em francês e inglês);

* no Le Blog de Betty: Paris, the Christmas Spirit, também com belíssimas fotos natalinas (em francês e inglês).

Ainda tem mais um montão de coisas aqui esperando um tempinho para serem vistas com carinho, mas por enquanto isto foi tudo que consegui.

Joyeux Noël! =)

síndrome da moradia aleatória

8 dezembro, 2009

Dia desses, numa caminhada matinal por Moema a caminho do trabalho, e com aquela vontade urgente que já me é familiar de morar em toda e qualquer casinha fofa pela qual eu passava, dei-me conta da minha patologia, a qual batizei de ‘síndrome da moradia aleatória’. E ela funciona desta forma: em 80% dos lugares que eu visito eu gostaria de morarMoradias ajeitadinhas com jardins e passarinhos, prédios com varanda bem localizada ou uma praça com igreja no meio do bairro já são suficientes para a imaginação voar longe, e eu me enxergar morando no tal lugar, saindo para comprar pão quente logo cedo, escolhendo o canto onde bate o sol mais generoso para me espreguiçar de manhã, se dá para fazer muitas coisas a pé, se tem bons serviços perto e uma vendinha para comprar chocolates quando bate a sugar rush.

E isso acontece especialmente em viagens, mas não só: pelos bairros da minha própria cidade mesmo, eu sempre acho que poderia ser muito feliz morando em vários outros cantos também (não desprezando o meu lar-doce-lar, vejam bem, porque lá sou muito feliz, também). Meus amigos e familiares já sabem muito bem disso: é só eu voltar de algum lugar e eles me perguntarem como foi que nem me deixam terminar a frase: ‘Nossa, eu adorei! Eu poderia mor…’, ‘mas Nathalia, você quer MORAR EM TODO LUGAR QUE CONHECE’, haha.

Minha última paixão é o Brooklin, com suas casas acolhedoras de muros baixos e cara de interior. (L)

E foi lendo ‘The art of travel’, do filósofo suíço Alain de Botton, que não me senti tão só no mundo na minha síndrome: ele descreve a mesmíssima sensação em sua viagem a Amsterdam:

“(…) Numa rua enfileirada com apartamentos padronizados, eu parei em frente a uma porta vermelha e senti um intenso desejo de passar o resto da minha vida lá. (…) Eu queria a vida que aquele espaço infligia. Eu queria uma bicicleta. Eu queria colocar minha chave através daquela porta vermelha todas as noites. Eu queria ficar no pé daquela janela descortinada olhando para um apartamento idêntico no outro lado da rua e achar um caminho através de erwentsoep met roggebrood en spek* antes de me retirar para ler na cama, num quarto todo branco sem lençóis brancos. (…)”

(*expressão original em holandês, texto em tradução livre do inglês)

 

E vocês, também sofrem desse mal?

concorra a um GPS!

3 dezembro, 2009
tags:

Recebi essa promoção por email e ela tem taaanto a ver com este cantinho que eu TINHA que publicar aqui!

A Caixa está fazendo um concurso cultural chamado ‘Postando sonhos’ (quão lindo é esse título, gente?!). Funciona assim: você escolhe um destino e escreve um cartão virtual para um amigo contando como seria um dia perfeito na viagem dos seus sonhos. E a mensagem mais criativa ganha um GPS!

Já está rolando há um mês, mas corram que ainda dá tempo: as inscrições podem ser feitas até dia 11 de dezembro!

Aí é só fazer as malas e viajar – ao vivo e pela imaginação, =)

(não, eu não ganhei um tostão para divulgar isso, foram propósitos altruístas mesmo, porque eu achei que tinha a cara do blog – de sonhos, de viagens e de gps!)

back soon

1 dezembro, 2009

Sempre tive meio bode de blogueiros que atualizam de vez em nunca porque são ‘muito ocupados’, e agora estou tendo que pagar com a língua: sim, estou muito ocupada.

É que os posts aqui para o gps não são como os do drops, onde só escrevo o que me vem à cabeça e quase não há imagens nem nada; os que escrevo aqui exigem loads of pesquisa de texto e foto, conferir fontes de informação, selecionar um montão de links e… tudo isso leva um bocado de tempo que eu, infelizmente, não tenho tido disponível no momento.

Nas últimas semanas tinha deixado os posts todos prontinhos de fim de semana para só ir liberando aos poucos, mas agora nem isso mais tem sido possível, já que meus próximos fins de semana até o natal estão todos tomados com trabalho, projetos e eventos.

Só vim aqui dar uma satisfação porque não quero ser enquadrada por abondono de blog. Gosto muito daqui, já tenho vários textos engatilhados e tou me organizando para deixar o máximo de coisas prontas em cada tempinho livre.

Fingers crossed! =)

A de amour, P de paris

27 novembro, 2009

mais mais mais!

* no Chata de Galocha: Intercâmbio (ed. especial): Parrrrris!

* no Conexão Paris: Café Germain na rue de Buci, Hotel Bedfort em Paris – um 4 estrelas por 190 euros e Torre Eiffel: o ingresso corta-fila disponível (achados, achados, achaaaados!)

* no Paris Breakfasts: Macaron Inventory Day e French by Heart (em inglês) 

* no Do it in Paris: Crianças à bordo! e Endereços de sonho por menos de 40 € (em francês e inglês)

 

(pardonne moi por não ter escrito maiores informações sobre cada um, mas minha vida tá numa correria maluca e não tenho tido muito tempo para olhar tudo com o carinho merecido, infelizmente. mas espero que vocês fucem bastante e se inspirem éternellement!)

dicas para viagens

25 novembro, 2009

Algumas dicas úteis para nós, viajantes de carteirinha, que encontrei por aí. Valem o passeio – virtual e real!  =)

* um super dossiê em Minha pele é melhor que a suadicas de viagem, mais dicas de viagem, dicas de saúde em viagens e dicas de saúde em viagens (parte 2). Ufa! Para evitar contratempos (eu já tive vários problemas de saúde em viagem, e são um transtorno uó!)

 balloon

* produtos de higiene e beleza em formato pocket, para dar aquele help na hora de economizar espaço na bagagem (e peso extra, sempre útil na hora do pesadelo que é o check in, haha)

* dicas para comprar beauté em viagem, da super expert em beleza Vic Ceridono

pidona’s must have, do Garotas Estúpidas, para ajudar a fazer uma listinha de pedidos a amigas com paciência e bom coração

Mais sugestões?