Skip to content

i (heart) london

15 maio, 2009

Morei em Londres por seis meses em 2007. Além da realização de um sonho antigo, pude vivenciar outra cultura, aprender a me virar sozinha, fazer mercado, lavar roupa, pagar contas e afins, longe da família, de amigos e de tudo.


Mas hoje o texto não vai para as experiências sociológicas, e sim para um mini-roteiro da cidade. Fiz esse para uma amiga que ia para lá há cerca de um ano, e repassei para outra que foi em lua-de-mel há dois meses. Claro que há mil outras coisas que se pode fazer por lá, mas, por ora, resolvi repassar o texto que já havia feito, com alguns ajustes. Conforme for lembrando, coloco mais!

A cidade é cheia das feirinhas de rua, espécie de flea market, com antigüidades, roupas, comidas, bem ‘tem-de-tudo’. Cada dia é dia de uma:

Sábado: dia da Portobello Market, em Notting Hill, lado oeste. Cheia de antigüidades e velharias, lembra a que tem no vão do MASP, em São Paulo, mas em escala beeem maior. Vale comer os petiscos que se encontram nas barracas mais pro final da rua (uma vez, eu que nem sou muito chegada a frituras, comi uma fritada de camarões ótima!), ou as frutas frescas, sempre coloridas e saborosas. Numas das travessas você encontra a Travel Book Store, lojinha de livros de viagem onde foi gravado “Um lugar chamado Notting Hill”, e que vale a visita por causa dos vendedores simpáticos e dos guias turísticos – comprei uns de bolso ótimos! Quase em frente tem a Books for Cooks, de livros de gastronomia, super charmosa e com achados bem fofinhos – comprei um livro com receitas de pic-nic superlindo para dar a uma amiga.
Estação Notting Hill, central line

Liverpool Street, lado leste, concentra as pessoas, as coisas e a atmosfera mais bacana e descolada de Londres. A feira de Brick Lane tem muitas cores, aromas e sabores, pechinchas e achados imperdíveis. Aproveite o passeio para comer na loja mais famosa de bagel da cidade (não lembro o nome exato, mas é beigel alguma coisa, com ‘ei’ mesmo), com filas que dobram a esquina. Peça o de carne com mostarda no pão quentinho, dá vontade de repeteco!
Estação Liverpool Street, central line
   

 

vestidos, legumes e pessoas, tudo-ao-mesmo-tempo-agora em notting hill

vestidos, legumes e pessoas, tudo-ao-mesmo-tempo-agora em notting hill


Para um domingo chuvoso e frio: comece o dia na catedral de St Paul’s, com a missa. Não sei quanto a vocês, mas adoooro esses rituais. Durante a semana a entrada é de £12 (isso mesmo, doze libras!), mas de domingo é gratuita por causa da missa. Vale uma visita antropológica, apesar de não poder tirar fotos. Embaixo da igreja tem um café com um muffin de chocolate muito bom e um bolo de cenoura delicioso. Depois da missa, atravesse a ponte e vá até a Tate Modern – perca o dia todo e ainda não terá visto metade do acervo do museu! Um dos meus passeios favoritos, com certeza.
Estação St Paul’s, central line

Todo dia: Camden Market, em Camden Town, norte. Não é bem uma feirinha, é um mercado gigante com barracas a perder de vista que vendem de tudo – roupas novas, usadas, sapatos, cintos, chapéus… Ele se estende por uma boa parte de Camden e é reduto dos modernos. Embrenhe-se pela parte das comidas e peça uma espécie de marmitinha que eles têm em vários lugares – minha favorita era a de arroz com frango agridoce, por £1! O canal de Camden também é lindo e vale um passeio.
Estação Camden Town, north line

Para qualquer dia: comece o passeio com um almoço em frente à estação de Tottenham Court Road, no centro. Acho que a lanchonete chama Adônis ou algo do tipo, e o vendedor é um turco simpaticíssimo, a cara do Andy Garcia. Ia toda vez lá só para conversar com ele – e comer o falafel, meu favorito da cidade, por cerca de £3. De lá desça pela Charing Cross e visite os sebos, depois vá até a Leicester Square ver toda a movimentação e desça para a Trafalgar Square, com a fonte linda e tudo amplo, uma visão incrível. Lá você encontra a National Gallery e a National Portrait Gallery – sou mais fã da segunda, mais intimista, com anônimos e celebridades retratados de formas inusitadas.

Uma variação do passeio seria começar em Covent Garden e passar em Leiscester Square, e depois seguir para Piccadilly Circus, outro passeio agradável.


Para outro dia ficam os parques, museus e achados.
 

 

Mapa do roteiro: Google.maps  

 

Not to miss! ; ] 

 

Anúncios
3 Comentários leave one →
  1. lais20 permalink
    18 junho, 2009 9:05 pm

    Ay que saudade que tenho da minha querida Londres!!!Me apaixonei por lá…pena que não fui em todos os lugares citados por você!!Mas dá próxima vez, ficarei mais tempo e os visitarei com certeza!!
    Excelente post!

Trackbacks

  1. comida, diversão e arte « gps: i love you
  2. feiras de rua « gps: i love you

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: